0 - R$ 0,00

Aviso Sobre Cookies:

Esse site utiliza cookies para personalizar anúncios e melhorar a sua experiência. Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

BLOG

Sexo anal: como curtir essa forma de prazer 28/08/2020 12h00 | BY Anônimo

142

“Todo dia ela faz tudo sempre igual…”. Esse é o primeiro verso de “Cotidiano”, uma das pérolas escritas pelo cantor e compositor Chico Buarque. Na música ele fala da companheira, que repete o mesmo roteiro a cada nascer do sol “me sacode às seis horas da manhã, me sorri um sorriso pontual e me beija com a boca de hortelã…” Os momentos íntimos também são lembrados na letra, sempre no mesmo script. “Toda noite ela diz pra eu não me afastar, meia noite ela jura eterno amor, e me aperta pra eu quase sufocar e me morde com a boca de pavor…”


Há pessoas que vivem assim: repetindo a mesma rotina. É como se estivessem programadas para funcionar praticamente no piloto automático. Agem dessa forma no trabalho, nos estudos e… no sexo. E todos nós sabemos que sexo e rotina, definitivamente, não combinam. Por um tempo, o papo vai ser especificamente com as nossas queridas leitoras. Vamos a um exemplo prático: o que passa pela sua cabeça quando se fala em sexo anal? Um fetiche dos homens? Coisa que rola só em filme pornô? Algo que não é legal pra mulher? 


Nenhuma das fases nessas perguntas feitas agora é verdade. Mas, fique calma. Muita gente é levada a levar assim. 


Ao contrário do que muita gente pensa e até diz por aí, sexo anal não tem nada de vulgar ou anormal. Muita coisa mudou e é preciso se libertar de ideias pré concebidas. Entre quatro paredes, na intimidade do casal, vale muita coisa, desde que haja respeito, consentimento e carinho. 


Sexo sempre será um assunto que vai render discussões. Num mundo hiperconectado, com informação circulando numa velocidade jamais vista, mais ainda. Tem muita “fake news” por aí. E para falar de sexo anal, a gente explica primeiro o que ele é. De forma resumida, podemos dizer que é a relação em que há estimulação (por meio dos dedos, brinquedos eróticos, e claro, pelo pênis) no canal do reto através do ânus. 

Também é importante desfazer alguns mitos. 


“Ah, eu não faço por que vai doer”. Não necessariamente. Isso depende de vários fatores, como a preparação (principalmente para quem ainda não experimentou), lubrificação (ao contrário da vagina, o ânus não se lubrifica sozinho, de forma natural, assim, o uso de um bom lubrificante à base de água ajuda bastante) e pedidos ao parceiro para caprichar nas preliminares são fatores que fazem a diferença. 


“Só o homem sente prazer assim”. Outra mentira. Ou uma ideia distorcida. A mulher pode sim sentir prazer no sexo anal. A região anal é uma zona erógena (partes do corpo que proporcionam prazer quando são devidamente estimuladas, como a boca, o clítoris e o pescoço) que pode trazer satisfação sexual e novas sensações. Só para você ter uma ideia: o ânus tem milhares de terminações nervosas, dessa forma, a chance de alcançar o orgasmo é muito grande. 


Para começar e ficar numa posição bem confortável, a dica é ficar “de ladinho”, a famosa conchinha. A tradicional papai e mamãe também é boa pedida, principalmente por aumentar a intimidade e permitir uma comunicação mais direta sobre o ritmo e o que está agradando ou não. Se você já fez sexo anal outras vezes, pode partir para outras posições, como ficar de quatro (a penetração é mais profunda e a transa ganha um toque bem selvagem) ou a mulher se sentar sobre o pênis do parceiro, de costas para ele. 


“Tenho medo, acho que faz mal”. NÃO! O sexo anal não faz mal à saúde. É uma prática que pode ser completamente natural e saudável. O ânus pode receber a penetração sem maiores problemas. É uma prática que pode trazer muito prazer ao casal, desde que os dois tomem os devidos cuidados, como a devida higiene e o uso da camisinha. 


“Nunca fiz porque tem que ter penetração” Outra informação distorcida. A região anal pode ser estimulada de várias maneiras e não é só com o pênis. Os dedos e brinquedos eróticos são boas opções para ter prazer, principalmente para experimentar essa posição e se acostumar com ela. 


Uma coisa muito importante é a sintonia entre o casal. Nada deve ser imposto. Mas, uma coisa é certa: deixar de curtir essa forma de sexo por medo é bola fora! 


Nas próximas linhas a gente te mostra porquê! 



Como os brinquedos eróticos podem te ajudar nisso…

Que tal uma ajuda para você se sentir mais confortável? Os brinquedos eróticos, itens feitos para aumentar o prazer durante o sexo, podem ajuda e muito! Se você tem algum receio de sentir o pênis do seu parceiro dentro de você, tem uma forma divertida e bem discreta de se preparar antes. Já ouviu falar de plug anal? É um objeto projeto para deslizar e ficar no ânus, sem qualquer incômodo. 

 

Ajudam a musculatura anal a se acostumar com uma abertura diferente da habitual. E tem uma vantagem muito interessante: como eles tem um design bem discreto, podem ser usados debaixo das roupas, de maneira discreta, enquanto são realizadas as tarefas do dia a dia. Você pode usá-lo durante uma parte do dia para se sentir mais confortável na hora H. 

 

Outro brinquedo erótico, tão discreto quanto, é outra boa pedida: as bolinhas tailandesas.

Também chamadas de contas anais, são pequenas esferas em um longo cordão. Elas são inseridas no ânus de forma individual. Muitas mulheres sentem prazer ao experimentar cada bolinha entrando por esse espaço. Justamente por isso, as contas tem tamanhos diferentes: o diâmetro vai crescendo. 



À medida que são inseridas, as bolinhas vão ficando maiores. Algumas delas podem passar dos 20cm. A dica aqui é: se você ainda está experimentando os prazeres do sexo anal, o ideal é usar bolinhas menores. Na hora de comprar, observe o material e a durabilidade. As contas anais feitas de silicone puro são indicadas por que são flexíveis e tem tamanhos amigáveis para quem está descobrindo agora essa forma de prazer. É uma forma interessante de apimentar as preliminares. 

Seu parceiro também pode entrar no clima… 

Sexo deve ser algo prazeroso para os dois. É satisfação compartilhada. Muitos homens querem que as parceiras façam sexo anal, mas, não se esforçam para deixá-las à vontade. Muitas vezes ficam ligados à sensação de domínio (e cá pra nós, é algo que mexe muito com a imaginação masculina) e não pensam em mais nada. Assim não dá certo. Os homens devem fazer sua parte para que seja uma experiência boa, principalmente se for a primeira vez da mulher nessa forma de sexo. 

 

Pensando nisso, preparamos algumas dicas. Uma delas é fazer do dia todo, e não só o momento, especial. Para as mulheres, o sexo começa muito antes de tirar a roupa. Elas admiram a fantasia, a imaginação e reconhecem quando o parceiro se esforça para demonstrar o quanto ela é amada. Use a criatividade! Que tal a ideia de vocês assumirem um personagem? E dá pra associar com brinquedos eróticos! A gente explica como isso pode rolar. 

 

Para deixar a noite mais quente, o homem tem ótimas opções de sexy toys. A primeira é o anel peniano. Colocado na base do pênis ou no escroto, esse acessório “segura” a circulação do sangue, mantendo a ereção mais firme e por um tempo maior. O “anelzinho da alegria”, como é chamado nos sex shops, também ajuda a retardar a ejaculação. Um super poder e tanto para ser um herói na cama! 

 

Outra opção legal é a capa peniana, um sexy toy poderoso. Ela aumenta a potência do homem e a sensação de prazer da mulher. Isso acontece porque a penetração é mais intensa. Ela também retarda a ejaculação (como o pênis não está diretamente em contato com a mulher, a fricção do membro é menor, assim, o homem demora um pouco mais para gozar), aumenta o período de ereção (a capa faz uma leve pressão no pênis, diminuindo a velocidade do fluxo sanguíneo, e deixando o membro pronto para jogo durante mais tempo) e de auxiliar homens que tenham disfunção erétil: alguns modelos de capa envolvem todo o membro e contam com cintas para fixação. 

 

Os homens vão curtir essa informação:  acessório é um reforço, deixa o órgão sexual ligeiramente maior, tanto no comprimento, quanto no diâmetro. E esse reforço pode ser entre 2,5 e 7 cm. Nada mal, né? O tamanho da capa normalmente varia entre 12 e 20 cm, e o que facilita a adaptação a vários tipos de pênis é sua flexibilidade. E claro, não faltam opções no mercado. Das mais simples às sofisticadas: comestível, com vibrador, texturas diferentes… O ponto principal é saber escolher a mais adequada. 

 

O mais importante é se sentir bem...

Sexo anal pode ser muito prazeroso e satisfatório. Para o homem e para a mulher. O mais importante é se sentir bem. Além da diversão, tem dois benefícios ligados ao sexo anal que podem te animar. Essa prática estimula o corpo feminino a produzir estrogênio, hormônio sexual feminino que tem, entre outras funções, regular a distribuição de gordura no corpo e ajudar a pele a ficar mais brilhosa, lisinha e jovial. Seu bolso vai sentir a economia com os cremes para a pele. 

Quer diminuir o estresse causado pela TPM (Tensão Pré Menstrual?) Durante o ato sexual, o corpo produz e libera hormônios ligados às sensações de prazer e bem estar, como a endorfina e a ocitocina. No caso do sexo anal, os efeitos são ainda mais relaxantes. Esqueça os tabus e preconceitos: viva as delícias que o sexo pode proporcionar!