0 - R$ 0,00

Aviso Sobre Cookies:

Esse site utiliza cookies para personalizar anúncios e melhorar a sua experiência. Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

BLOG

Produtos eróticos que você deve conhecer ainda este ano 04/12/2020 12h00 | BY Anônimo

93

Faltam poucos dias para 2020 acabar. Fecham-se as cortinas de um ano extremamente desafiador. A principal marca é a pandemia do novo coronavírus. De repente, quase que do dia para a noite, o mundo inteiro se viu diante de uma ameaça invisível e com alto grau de letalidade. Para evitar a disseminação, medidas drásticas, como o isolamento social, o fechamento de escolas, comércio e tantos outros estabelecimentos. O uso de máscara e do álcool em gel passou a integrar a rotina, algo tão importante no dia a dia como se alimentar bem e beber água. 


O universo dos relacionamentos também foi impactado. No Brasil, principalmente nos primeiros meses da pandemia, o que se viu foi uma alta no número de divórcios. Só em Minas Gerais, o crescimento, entre maio e junho, foi de 19,4%. Mas, não só de finais tristes vivem os casais. Muita gente resolveu tocar a vida com o (a) crush debaixo do mesmo teto. 


Quem fez essa escolha com certeza aprendeu muito sobre tolerância, cuidado com o outro, respeito, e o principal: amor. 


A venda de produtos eróticos disparou em tempos de quarentena. Literalmente. E há uma explicação bem simples: muitos casais passaram a conviver por mais tempo em casa e precisaram encontrar artifícios para quebrar a rotina e apimentar a relação.


E isso é comprovado por meio de números. 


Para se ter ideia, foram vendidos um milhão de vibradores entre os meses de março e maio deste ano. E a expectativa é que o número iria dobrar até o final do mês de agosto.


A venda jogos, que simbolizam uma forma divertida e sensual de esquentar o clima entre quatro paredes, aumentou em 41%; a busca pelos chamados comestíveis eróticos (como pomada e géis, para citar dois) aumentou incríveis 113%. Essas informações fazem parte de um levantamento feito pela plataforma de comparação de preços Zoom e Buscapé a pedido da CNN Brasil Business. 


Como publicamos aqui no blog há algumas semanas, 2020 já é um ano histórico para o Sexo. Falando nisso, aí vai uma pergunta bem direta: você já experimentou algum produto erótico? Não? Então, está na hora de mudar essa história. Fizemos uma lista de itens pra você usar antes de 2021 começar. Se liga! 




1- Masturbador EGG


Item de uso masculino cada vez mais procurado nos sex shops. O formato pode parecer inofensivo, mas, esse sexy toy chegou com força ao mercado! Um dos diferenciais desse produto é justamente a discrição: ele é pequeno, portátil e prático, o que facilita o uso, mesmo em meio às atividades do cotidiano. Uma forma simples e segura de aumentar o prazer! Não é à toa que o Masturbador EGG foi inventado pelos japoneses, conhecidos pelo espírito inovador. Outro ponto interessante é que esse produto erótico conta com textura interna, justamente para levar o homem à experiências e sensações marcantes. 


2- Plug Anal 


É um objeto projetado para deslizar e ficar no ânus, sem qualquer incômodo. Ajuda a musculatura anal a se acostumar com uma abertura diferente da habitual. E tem uma vantagem muito interessante: como eles tem um design bem discreto, podem ser usados debaixo das roupas, de maneira discreta, enquanto são realizadas as tarefas do dia a dia. Você pode usá-lo durante uma parte do dia para se sentir mais confortável na hora H. 


3-Bolinhas tailandesas


Também chamadas de contas anais, são pequenas esferas em um longo cordão. Elas são inseridas no ânus de forma individual. Muitas mulheres sentem prazer ao experimentar cada bolinha entrando por esse espaço. Justamente por isso, as contas tem tamanhos diferentes: o diâmetro vai crescendo. 


À medida que são inseridas, as bolinhas vão ficando maiores. Algumas delas podem passar dos 20cm. A dica aqui é: se você ainda está experimentando os prazeres do sexo anal, o ideal é usar bolinhas menores. Na hora de comprar, observe o material e a durabilidade. As contas anais feitas de silicone puro são indicadas por que são flexíveis e tem tamanhos amigáveis para quem está descobrindo agora essa forma de prazer. É uma forma interessante de apimentar as preliminares. 



4- Calcinha tailandesa


É uma peça íntima de acabamento com renda e fio de pérolas. Além de elegância e sensualidade na hora H, a lingerie tem um diferencial bem bacana: o fio de pérolas massageia o clítoris e estimula o pênis. Veste super bem e leva o tesão lá no alto. 


5- Calcinha vibratória 


Esse tipo de calcinha faz estímulos no clítoris e em toda a vagina. Ela vem com um vibrador solto ou acoplado na própria peça. É uma janela escancarada para a realização das mais diversas fantasias sexuais. E o melhor: orgasmos múltiplos em qualquer lugar! 


As vibrações podem começar de três formas: quando a calcinha é ativada, por controle remoto ou por meio de aplicativos no smartphone. Essa variação é de acordo com os modelos. Os dois mais vendidos no mercado são o love boat e o music club vibe.


O primeiro love boat pode ser controlado por você ou pelo parceiro, para definir a velocidade e a intensidade. Aqui, o mais legal é a surpresa. Sentir aquela vibração num momento inesperado dá um tempero especial à qualquer relação. Ela não é uma peça única, mas, algo que pode ser acoplado à uma peça comum, como um absorvente, por exemplo. Esse modelo também pode ser controlado via aplicativo no celular. Imagine sentir prazer em qualquer lugar? Excitante, não?! É justamente esse conceito da love boat. 


Já a Music Club Vibe é semelhante ao usado pela atriz Ingrid Guimarães no primeiro filme da trilogia nacional “De Pernas pro Ar”, lançado em 2010. 


Ele tem três modalidades: ambiente (de acordo com a música que está tocando no local), musical (vibrações de acordo com as batidas da canção que está tocando, e manual (você pode escolher entre sete funções pré-programadas que variam entre pulsação e vibração). Feita de renda e elastano, ela tem apenas um tamanho, equivalente ao M. 



6- Vibrador 

 

Verdadeiro clássico dos sex shops. Foi criado no século XIX, era recomendado pelos médicos para tratar um mal chamado histeria, algo que trazia muito sofrimento para as mulheres. Era um distúrbio mental específico e seus principais sintomas eram anestesia, apatia em relação ao mundo exterior, confusão mental, desmaios, falta de ar e múltipla personalidade.  A conclusão dos médicos era que esse mal deveria ser tratado com estímulo sexual. Melhor dizendo: era o orgasmo que dava jeito. 

 

Fatores como o ótimo custo benefício e a libertação da mulher com a Revolução Sexual dos anos 1960  ajudam a explicar como este se tornou um dos brinquedos eróticos mais vendidos de todos os tempos. Há diversos modelos disponíveis no mercado. Aqui, vamos citar quatro.  

 

Simples ou Personal: como o nome diz, é o modelo que vai diretamente ao ponto. Seu desenho é semelhante a um dedo e o controle fica na base. O material pode variar entre o plástico (mais barato) ao silicone aveludado (um pouquinho mais caro). Indicado para as mulheres que gozam com facilidade e para quem curte penetração e estimulação interna. 

 

Bullet:  ala/Munição na tradução do inglês. O tamanho pode até enganar, mas, esse modelo de vibrador cumpre o que promete: estimulação para aumentar a sensação de prazer. Portáteis, podem ser levados e usados (porque não?) em qualquer lugar. Se você curte uma aventura, é a opção ideal! Já pensou em sentir aquele tremor numa ocasião inusitada? 

 

Ponto G: parecido com o modelo tradicional, mas, com a diferença de uma “curvinha” justamente para estimular o ponto G da mulher. Bom para quem já descobriu o caminho da felicidade ou ainda está em busca dele. 

 

Rabbit : à cada modelo apresentado, aumentamos a “ousadia”, vamos dizer assim. Esse tipo de vibrador tem ponta dupla, o que garante muito mais tesão, seja para se masturbar ou na transa propriamente dita. A ponta menor serve para estimular o clítoris, e a maior, para a vagina. 




7-Anel peniano 

 

Esse acessório tem uma função ligada à saúde e também à diversão sexual propriamente dita. Como assim? A gente explica. O anel peniano é indicado para quem sofre com um problema chamado pelos médicos de “fuga venosa”: uma falha no mecanismo responsável por impedir a saída de sangue do pênis durante a ereção. O anel serve para “segurar” o sangue e manter o pênis em estado de alerta durante a relação sexual. Agora, vem a diversão: o anel leva o homem a ter uma ereção mais firme e prolongada. 

 

8 -Gel para aumentar o pênis

 

A fórmula deste produto tem ação vasodilatadora, aumentando o fluxo de sangue na região. Ampliação da sensibilidade,  maior controle da ejaculação, ereção mais duradoura, aumento do tamanho (até 5 cm… nada mal né?!) e da espessura do pênis são os efeitos percebidos com a aplicação. O uso do gel para aumentar o pênis é muito simples: basta aplicar uma quantidade generosa do produto na glande (cabeça) e no escroto alguns minutos antes da transa. Você vai perceber como esse item faz toda a diferença! Uma dica importante: o uso deve ser evitado se a região tiver alguma lesão ou ferimento. 



---

 

Quer mais uma dica esperta? Você encontra todos esses itens e muito mais na Essencial Prazer. Somos um dos maiores sex shop atacado de Minas Gerais e, por isso, oferecemos os melhores produtos com preços especiais. Você pede pelo site e recebe em qualquer lugar do Brasil, no conforto da sua casa, com agilidade e discrição. Opções não faltam pra você e seu (a) parceiro (a) desfrutarem das melhores sensações do sexo. Acesse o nosso site, garanta os produtos que mais te chamaram atenção e divirta-se!